Entrada deSamuelCC49

2020 ANO BISSEXTO – COVID19

Postado por en Ago 9, 2020 en Blog | 0 comentarios

CORONAVIRUS VERSU ANO 2020   Um número é divisível por 4 quando a sua dezena é divisível por 4. Por exemplo, 1988 é divisível por 4, pois 88:4 = 22. Portanto, os seguintes anos são bissextos: 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016, 2020, 2024, 2028, 2032, 2036, 2040, 2044, 2048, 2052 O que é o ano bissexto e por que em 2020 fevereiro tem 29 dias? Saiba como funciona o calendário e o motivo para existirem anos bissextos Diferentemente dos demais anos, com 365 dias, em 2020 teremos 366, com um dia a mais no mês de fevereiro especificamente. Mas, por que isso acontece? De quatro em quatro anos ou a cada quatro anos temos o ano bissexto. Esta invenção foi feita para alinhar a translação da Terra, o que consideramos: movimento que ela dá em torno do Sol ao nosso calendário. É o movimento tem um tempo de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 56 segundos para suceder. Ou o que chamamos de “ano” – translação da Terra não dura exatamente um ano, tem uma sobra de quase seis horas. Foi idealizado assim paras que essas horas que ultrapassam os 365 dias sejam compensadas a cada quatro anos. Si fizemos as contas: 6×4 = 24 horas = 1 dia, no dia 29 de fevereiro. Ano bissexto ocorre de quatro em quatro anos. Quando os anos são divisíveis por 100 não são bissextos, a menos que também seja divisível por 400. Por exemplo, o ano 1900 não foi bissexto, já o ano 2000 foi. Em um raciocínio e termos práticos, ano de Olimpíadas é ano bissexto. A exceção como vem acima, foi...

Leer más

Dez Beneficios que o COVID19 contribuiu

Postado por en Ago 8, 2020 en Blog | 0 comentarios

1. Mais Paciência – As lojas, o comercio em geral,   ficaram muito mais pacientes e  mais compreensíveis com os clientes. Por conveniência ou não,ficara assim, coisas que não se via a muito tempo.   02. Mais Educação – COVID19  tem levado as pessoas sentir mais na pele a necessidade de ser mais humilde e educadas .  03. Gasta menos – Com a perda de algumas vantagens econômicas e até mesmo por ficar desempregada,  forçadamente tiveram que  gastar menos . valorizar muito mais o seu dinheirinho. 04. Venda mais barato – Os comerciantes  foram  forçados pela situação a diminuir a inspiração de querer ganhar mais e trabalhar menos. Uma filosofia bem chinesa de que em tempo de crise é uma oportunidade para crescer e madurecer. 05. mais juntos – Sem dúvidas as famílias estão mais juntas,  reunidas e unidas também. Estão juntos e pertinhos uns dos outros, querendo ou não , amando ou não amando , é esta a oportunidade de aprendermos a conviver como família. 06. Mais cordialidade – As pessoas se despertaram a ser mais sensíveis, no tocante as necessidades alheias, O ser humano tem o dom da cordialidade, o que estava faltando era o despertar para isto e a crise provocada pelo Coirana Virus  empurrou as pessoas a desenvolver a cordialidade. 07. Mais generosidade – A crise quebrantou o coração das pessoas e se despertaram a desapegarem  do apego e desgarrarem do materialismo e sentir na pele a fome, o frio e a dor do nosso próximo. Aprenderam a repartir. 08. Mais humano – Percebo que a situação de dor quqe o Covid 19 provoca, tem contribuído para que as pessoas deixasse lá atrás as antigas rixas. As deixaram de ser egoístas. Gosto muito do texto do Livro Sagrado, “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”. Romanos 8: 28 09. Desperta a criatividade – Gosto da filosofía Chinesa. Na China quando tem crise, os chineses vêem como uma bela oportunidade para despertar a criatividade.  Muitas pessoas se surpreenderam com elas mesmas. O dom da criatividade sem sombra de dúvidas está incrementada no coração de cada brasileiro. É só ser o que já é e desenvolver o que já sabe. 10. Saudade do abraço – É bem possível que você tive varias oportunidades de receber e dar muitos abraços e não soube aproveitar.   Com isto aquele tempinho que você perdeu para ficar mais juntinho da família,  recuperou. Sem dúvidas é uma bela oportunidade para reaprender abraçar e saber receber um...

Leer más

Cuidado e Trato Pessoal

Postado por en Ago 5, 2015 en Blog | 0 comentarios

                                                CUIDADO E TRATO PESSOAL              O corpo humano é muito sábio e não é facil matá-lo, porém nem sempre deixamos viver. O maior proceso de cura e a melhor medicina estão dentro de você mesmo. Para cuidar bem de si próprio e obter um saudavel cuidado e trato pessoal é fundamental saber quem somos. Comentamos sobre isto nos dois artigos que antecedem a este, vai lá e dá um repasso.             Muitas pessoas reclamam que os politicos são injustos, argumentam sobre as injustiças do governo e de seus aliados. Essa mesma chusma de gente que queixa até da propria natureza e diz que Deus é injusto e o mundo está louco, esquece por completo e não percebe que a maior injustiça e a grande loucura é maltratar a si mesma com condutas pessoais ferinas e inadequadas. Não existe injustiça maior que esta, quando o nosso coração pede amor e lotamos com ódio e sobrecarregamos a alma com subestima. E Nem existe loucura maior quando o nosso corpo pede uma agua fresquinha e uma alimentação saudavel e empurramos bebidas cheias de produtos químicos e estufamos nosso estómago com alimentos improprios e que levam o sistema metabólico trabalhar como um escravo para digerir toda esta tranqueira que enfiamos goela a baixo obrigando nosso proprio corpo tragá-las. Estou pautando orientações sugestivas que além de ser práticas são muito básicas, contudo si passamos por cima dos valores aparentementes pequenos e insignificantes e não sabemos vivê-los na prática, muito menos sabemos valorizar, viver e por em prática as grandes. Para provar grandes coisas e prosperar, é fundamental que primeiro aprendamos valorizar, tratar e viver as pequeñas. Porque nelas também estão as grandes lições e são elas que formam toda base de um bom andamento e crescimento pessoal. O jeito descuidado e deselegante de tratar a si mesmo é a pior doença que um ser humano pode contrair com suas proprias mãos e perder o melhor da vida e sua esencia.                  Em 2010, vivi uma experiencia muito curiosa, estávamos em Alcalá de Henares, dando conferencia e no intervalo do meio dia, saimos para almoçar em um retaurante. Ali estaba um rapaz, que logo após almoçar foi jogar em uma máquina de dinheiro. Enquanto jagava, bebia cerveja e fumava. O moço quando deveria estar repousando, tendo em vista que logo voltaria a trabalhar, não assimilava que cometia três inflações pessoais ao mesmo tempo: 1. jogava 2. bebia 3. fumava, com estas três atitudes, ele mesmo revelava um mal exemplo pratico de injustiça contra si próprio. Coisas semelhantes a estas, muitas  pessoas fazem e não percebem os maus hábitos que acabam com a saude e aniquilam a vida. A cena me chamou muito atenção, porque aí está o retrato de uma injustiça maior contra a si mesmo. Pautas orientativas e opções sugestivas Priorizar os três fatores mais importantes de sua vida pessoal: 1. Disciplina e cuidado com a alimentação, comer o que debe e não o que quer, 2. Manter o habito de dormir pelo menos de 6 a 8 horas por noite no minimo, 3. Praticar esportes, aquele que você gosta. Si não gosta de nenhum, aprenda a gostar. Ter extremo cuidado com o consumo desses três pozinhos brancos: 1. Açucar 2. Sal 3. Cocaina Consumir o minimo possivel os quatro pretinhos: 1. Café, 2. Coca Cola, 3. Fumo 4. Chocolate. Aprenda cuidar das coisas boas que estão bem e que não precisam ser tratadas, trata e cura as boas que não estão bem e elimina todas as coisas ruins de sua vida. Dr. Samuel Couto Cabral        Psicoterapeuta Teopsicoterapia.samuel@gmail.com  ...

Leer más

*Meus devaneios

Postado por en Jul 10, 2015 en Blog | 0 comentarios

                                                MEUS DEVANEIOS                 DEVANEIOS, significa sair da vida real, desafinar com a coerência e se perder   consigo mesmo. Em resumo diria que devaneio é um sintoma de instinto fantasioso  transtornado e que nos tira da realidade e nos leva ao mundo da utopia.               Sem dúvidas a vida está cheia de erros e acertos, todavia nada apaga sua elegância e essência. Erra quem faz, quem não erra é porque não faz, eu prefiro correr o risco de errar e continuar fazendo. A  forma para errar menos é fazendo mais. Seria excelente si iniciássemos este novo ano com o propósito de reconhecer e corrigir os nossos próprios erros para errar bem menos e acertar muito mais. É obvio que nenhum ser humano é perfeito, porém, todos nós somos capazes de acrescentar a soma de acertos, diminuir o número de erros e aproximar o máximo da perfeição.  É curioso! 2015 mal começou e já é incalculável a soma de pessoas que cometeram seus devaneios. Ainda existem aqueles antigos e aparentemente obsoletos ditados populares, que dizem: Pisar na bola ou dar bola fora, escorregar na casca da banana, falar abobrinhas, viajar na mayonese e enfiar o nariz onde não cabe, etc.  Reconhecer e corrigir os erros próprios é decisão e disposição de «gente grande» que anelam produzir e prosperar. Sem confundir a covardia com o espírito reconciliador, a sinceridade com o espírito critico, a generosidade com a manipulação, o desabafo com o diálogo e a perseverança com a teimosia é dever, direito e responsabilidade nossa. Buscar e alcançar qualidade de vida pessoal e viver muito melhor é um direito de todos. No finalzinho de 2014, uma multidão acreditou e comprou o bilhete da mega sena que acumulava mais de duzentos e quarenta milhões de reais que premiou um ou um pouco mais de dois anônimos. É fundamental que invertamos o invertido, isto é, muitas pessoas ainda vivem com valores invertidos crendo mais na utopia e acreditando menos na vida real. Temos que equilibrar o otimismo com o realismo, o emotivo com o filosófico e o lógico com a fantasia.  Bem sei que si pudéssemos rebobinar o nosso passado, faríamos muitas coisas que não fizemos e deixaríamos de fazer outras tantas que fizemos. Para evitar maiores e mais erros é recomendável que enfoquemos, concentremos e envolvamos no nosso presente e vivê-lo plenamente. Viver em função do passado é uma fantasia e viver o futuro é ilusão que anula o presente. Este é o maior erro que nos leva a cometer muitos outros...

Leer más