Blog

2020 ANO BISSEXTO – COVID19

Postado por en Ago 9, 2020 en Blog | 0 comentarios

CORONAVIRUS VERSU ANO 2020   Um número é divisível por 4 quando a sua dezena é divisível por 4. Por exemplo, 1988 é divisível por 4, pois 88:4 = 22. Portanto, os seguintes anos são bissextos: 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016, 2020, 2024, 2028, 2032, 2036, 2040, 2044, 2048, 2052 O que é o ano bissexto e por que em 2020 fevereiro tem 29 dias? Saiba como funciona o calendário e o motivo para existirem anos bissextos Diferentemente dos demais anos, com 365 dias, em 2020 teremos 366, com um dia a mais no mês de fevereiro especificamente. Mas, por que isso acontece? De quatro em quatro anos ou a cada quatro anos temos o ano bissexto. Esta invenção foi feita para alinhar a translação da Terra, o que consideramos: movimento que ela dá em torno do Sol ao nosso calendário. É o movimento tem um tempo de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 56 segundos para suceder. Ou o que chamamos de “ano” – translação da Terra não dura exatamente um ano, tem uma sobra de quase seis horas. Foi idealizado assim paras que essas horas que ultrapassam os 365 dias sejam compensadas a cada quatro anos. Si fizemos as contas: 6×4 = 24 horas = 1 dia, no dia 29 de fevereiro. Ano bissexto ocorre de quatro em quatro anos. Quando os anos são divisíveis por 100 não são bissextos, a menos que também seja divisível por 400. Por exemplo, o ano 1900 não foi bissexto, já o ano 2000 foi. Em um raciocínio e termos práticos, ano de Olimpíadas é ano bissexto. A exceção como vem acima, foi...

Leer más

Dez Beneficios que o COVID19 contribuiu

Postado por en Ago 8, 2020 en Blog | 0 comentarios

1. Mais Paciência – As lojas, o comercio em geral,   ficaram muito mais pacientes e  mais compreensíveis com os clientes. Por conveniência ou não,ficara assim, coisas que não se via a muito tempo.   02. Mais Educação – COVID19  tem levado as pessoas sentir mais na pele a necessidade de ser mais humilde e educadas .  03. Gasta menos – Com a perda de algumas vantagens econômicas e até mesmo por ficar desempregada,  forçadamente tiveram que  gastar menos . valorizar muito mais o seu dinheirinho. 04. Venda mais barato – Os comerciantes  foram  forçados pela situação a diminuir a inspiração de querer ganhar mais e trabalhar menos. Uma filosofia bem chinesa de que em tempo de crise é uma oportunidade para crescer e madurecer. 05. mais juntos – Sem dúvidas as famílias estão mais juntas,  reunidas e unidas também. Estão juntos e pertinhos uns dos outros, querendo ou não , amando ou não amando , é esta a oportunidade de aprendermos a conviver como família. 06. Mais cordialidade – As pessoas se despertaram a ser mais sensíveis, no tocante as necessidades alheias, O ser humano tem o dom da cordialidade, o que estava faltando era o despertar para isto e a crise provocada pelo Coirana Virus  empurrou as pessoas a desenvolver a cordialidade. 07. Mais generosidade – A crise quebrantou o coração das pessoas e se despertaram a desapegarem  do apego e desgarrarem do materialismo e sentir na pele a fome, o frio e a dor do nosso próximo. Aprenderam a repartir. 08. Mais humano – Percebo que a situação de dor quqe o Covid 19 provoca, tem contribuído para que as pessoas deixasse lá atrás as antigas rixas. As deixaram de ser egoístas. Gosto muito do texto do Livro Sagrado, “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”. Romanos 8: 28 09. Desperta a criatividade – Gosto da filosofía Chinesa. Na China quando tem crise, os chineses vêem como uma bela oportunidade para despertar a criatividade.  Muitas pessoas se surpreenderam com elas mesmas. O dom da criatividade sem sombra de dúvidas está incrementada no coração de cada brasileiro. É só ser o que já é e desenvolver o que já sabe. 10. Saudade do abraço – É bem possível que você tive varias oportunidades de receber e dar muitos abraços e não soube aproveitar.   Com isto aquele tempinho que você perdeu para ficar mais juntinho da família,  recuperou. Sem dúvidas é uma bela oportunidade para reaprender abraçar e saber receber um...

Leer más

Cuidado e Trato Pessoal

Postado por en Ago 5, 2015 en Blog | 0 comentarios

                                                CUIDADO E TRATO PESSOAL              O corpo humano é muito sábio e não é facil matá-lo, porém nem sempre deixamos viver. O maior proceso de cura e a melhor medicina estão dentro de você mesmo. Para cuidar bem de si próprio e obter um saudavel cuidado e trato pessoal é fundamental saber quem somos. Comentamos sobre isto nos dois artigos que antecedem a este, vai lá e dá um repasso.             Muitas pessoas reclamam que os politicos são injustos, argumentam sobre as injustiças do governo e de seus aliados. Essa mesma chusma de gente que queixa até da propria natureza e diz que Deus é injusto e o mundo está louco, esquece por completo e não percebe que a maior injustiça e a grande loucura é maltratar a si mesma com condutas pessoais ferinas e inadequadas. Não existe injustiça maior que esta, quando o nosso coração pede amor e lotamos com ódio e sobrecarregamos a alma com subestima. E Nem existe loucura maior quando o nosso corpo pede uma agua fresquinha e uma alimentação saudavel e empurramos bebidas cheias de produtos químicos e estufamos nosso estómago com alimentos improprios e que levam o sistema metabólico trabalhar como um escravo para digerir toda esta tranqueira que enfiamos goela a baixo obrigando nosso proprio corpo tragá-las. Estou pautando orientações sugestivas que além de ser práticas são muito básicas, contudo si passamos por cima dos valores aparentementes pequenos e insignificantes e não sabemos vivê-los na prática, muito menos sabemos valorizar, viver e por em prática as grandes. Para provar grandes coisas e prosperar, é fundamental que primeiro aprendamos valorizar, tratar e viver as pequeñas. Porque nelas também estão as grandes lições e são elas que formam toda base de um bom andamento e crescimento pessoal. O jeito descuidado e deselegante de tratar a si mesmo é a pior doença que um ser humano pode contrair com suas proprias mãos e perder o melhor da vida e sua esencia.                  Em 2010, vivi uma experiencia muito curiosa, estávamos em Alcalá de Henares, dando conferencia e no intervalo do meio dia, saimos para almoçar em um retaurante. Ali estaba um rapaz, que logo após almoçar foi jogar em uma máquina de dinheiro. Enquanto jagava, bebia cerveja e fumava. O moço quando deveria estar repousando, tendo em vista que logo voltaria a trabalhar, não assimilava que cometia três inflações pessoais ao mesmo tempo: 1. jogava 2. bebia 3. fumava, com estas três atitudes, ele mesmo revelava um mal exemplo pratico de injustiça contra si próprio. Coisas semelhantes a estas, muitas  pessoas fazem e não percebem os maus hábitos que acabam com a saude e aniquilam a vida. A cena me chamou muito atenção, porque aí está o retrato de uma injustiça maior contra a si mesmo. Pautas orientativas e opções sugestivas Priorizar os três fatores mais importantes de sua vida pessoal: 1. Disciplina e cuidado com a alimentação, comer o que debe e não o que quer, 2. Manter o habito de dormir pelo menos de 6 a 8 horas por noite no minimo, 3. Praticar esportes, aquele que você gosta. Si não gosta de nenhum, aprenda a gostar. Ter extremo cuidado com o consumo desses três pozinhos brancos: 1. Açucar 2. Sal 3. Cocaina Consumir o minimo possivel os quatro pretinhos: 1. Café, 2. Coca Cola, 3. Fumo 4. Chocolate. Aprenda cuidar das coisas boas que estão bem e que não precisam ser tratadas, trata e cura as boas que não estão bem e elimina todas as coisas ruins de sua vida. Dr. Samuel Couto Cabral        Psicoterapeuta Teopsicoterapia.samuel@gmail.com  ...

Leer más

*Meus devaneios

Postado por en Jul 10, 2015 en Blog | 0 comentarios

                                                MEUS DEVANEIOS                 DEVANEIOS, significa sair da vida real, desafinar com a coerência e se perder   consigo mesmo. Em resumo diria que devaneio é um sintoma de instinto fantasioso  transtornado e que nos tira da realidade e nos leva ao mundo da utopia.               Sem dúvidas a vida está cheia de erros e acertos, todavia nada apaga sua elegância e essência. Erra quem faz, quem não erra é porque não faz, eu prefiro correr o risco de errar e continuar fazendo. A  forma para errar menos é fazendo mais. Seria excelente si iniciássemos este novo ano com o propósito de reconhecer e corrigir os nossos próprios erros para errar bem menos e acertar muito mais. É obvio que nenhum ser humano é perfeito, porém, todos nós somos capazes de acrescentar a soma de acertos, diminuir o número de erros e aproximar o máximo da perfeição.  É curioso! 2015 mal começou e já é incalculável a soma de pessoas que cometeram seus devaneios. Ainda existem aqueles antigos e aparentemente obsoletos ditados populares, que dizem: Pisar na bola ou dar bola fora, escorregar na casca da banana, falar abobrinhas, viajar na mayonese e enfiar o nariz onde não cabe, etc.  Reconhecer e corrigir os erros próprios é decisão e disposição de “gente grande” que anelam produzir e prosperar. Sem confundir a covardia com o espírito reconciliador, a sinceridade com o espírito critico, a generosidade com a manipulação, o desabafo com o diálogo e a perseverança com a teimosia é dever, direito e responsabilidade nossa. Buscar e alcançar qualidade de vida pessoal e viver muito melhor é um direito de todos. No finalzinho de 2014, uma multidão acreditou e comprou o bilhete da mega sena que acumulava mais de duzentos e quarenta milhões de reais que premiou um ou um pouco mais de dois anônimos. É fundamental que invertamos o invertido, isto é, muitas pessoas ainda vivem com valores invertidos crendo mais na utopia e acreditando menos na vida real. Temos que equilibrar o otimismo com o realismo, o emotivo com o filosófico e o lógico com a fantasia.  Bem sei que si pudéssemos rebobinar o nosso passado, faríamos muitas coisas que não fizemos e deixaríamos de fazer outras tantas que fizemos. Para evitar maiores e mais erros é recomendável que enfoquemos, concentremos e envolvamos no nosso presente e vivê-lo plenamente. Viver em função do passado é uma fantasia e viver o futuro é ilusão que anula o presente. Este é o maior erro que nos leva a cometer muitos outros...

Leer más

El Arte de Vivir Mejor ( El Arte de Vivir)

Postado por en May 29, 2014 en Blog | 0 comentarios

                                                   Escucha la “Voz” de tu corazón                                                    Existir es una realidad – vivir es un arte                                                    Vivir es un derecho de cada ser humano al nacer                                                    Vivir todo el potencial de la vida puede ser un propósito   Todo el  mundo quiere más éxitos, mejor salud, paz de espíritu y una vida tranquila. Este es el mayor deseo de todos nosotros y puede ser la meta de cada persona. Alcanzar un padrón de vida para vivir mejor es un arte que está al alcance de todos. El vivir bien es un arte posible de aprender y que podemos alcanzar. Sin dudas las circunstancias inesperadas desafían y a veces desfavorecen la conquista de un vivir mejor. El arte de vivir bien no consiste en una dependencia del dinero, de la fama o de adulación conveniente. La esperanza de alcanzar un vivir mejor reside en poder contar con el cuidado continuo del arquitecto y criador de todo Universo. Lo que impídenos alcanzar esta cualidad de vida son los sentimientos y pensamientos fantasiosos. También  las lamentaciones sobre el pasado y la ansiedad sobre el futuro son situaciones que bloquean la búsqueda de un vivir mejor y anulan nuestro presente, incluso causan estrés. Ser capaz de manejar nuestra mente y nuestras emociones, es un arte de vivir mejor. Consiste también en tener la capacidad de saber anunciar y hacer conocer nuestro marketing sin herir la dignidad humana. Tenemos como punto referencial y como  bueno ejemplo, la Fundación Filomarketing. Es una empresa que sigue construyendo una bonita historia que apunta, indica y anuncia el ser humano como principal personaje de esta historia. Es una empresa  con estrategia firme, con metas sólidas y con objetivos coherentes. La Filomarketing anuncia y hace saber su marketing preservando siempre el espíritu, el valor y la sensibilidad y dignidad humana. Por esto que su patente se llama FILO – Marketing. Evidentemente contamos con un mundo que apunta un infinito silo de recursos, opciones y  oportunidades para alcanzar un vivir mejor. El Sistema sanitario está cada día mejor, las opciones terapéuticas son infinitas y existe una inmensa lista de muchísimos libros de auto ayuda, sin embargo el ser humano reclama y quiere ver y vivir la vida práctica formada con buenos ejemplos. ¿Por qué? Porque son ellos (los buenos ejemplos) que despiertan y motivan las personas  ir en búsqueda de un vivir mejor y conseguir sus realizaciones personales. Creo que el ser humano ya está cansado de escuchar, el ser humano quiere ver y sentir en la práctica el sabor de un bueno vivir. Por lo tanto, queremos colocar en pauta algunas consideraciones que servirán como sugestiones y opciones a ser observadas y desarrolladas con vista al alcance de un vivir mejor. Conectar con nuestro “universo” interno y dialogar con nuestro ser interior y asimilar nuestros instintos Escuchar la voz de nuestro corazón y practicar la auto consciencia corporal y emocional, hable con  tu cuerpo y construya dialogo con tu universo interno. Procure conocer tu propio cuerpo, capta y asimile las señales y llamadas de atención de tus sentimientos y de tus emociones. Determine ir en búsqueda de tus potenciales, atributos y instintos físicos, psíquicos y espirituales. Procure reconocer, identificar y aceptar las fronteras de los propios límites humanos. Aprenda y se disponga a huir  de los compromisos que deshumanicen el ser humano. Construya el auto diálogo, ejercite una amistad y intimidad con uno mismo. Sea flexible y abierto y mejor lo que ya has aprendido y aprender lo que aun no sabe y disponga ir en búsqueda del desconocido.   Concluimos de que es fundamental...

Leer más

Perseverancia

Postado por en May 29, 2014 en Blog | 0 comentarios

Algunas veces no vencemos por que cuando estamos casi llegando a la recta final, al último esfuerzo para vencer, desanimamos y desistimos. Los desafíos nos motivan a perseverar, la perseverancia produce esperanza, ésta produce motivación que nos lleva al triunfo. ¿Qué es la perseverancia? Resumiendo perseverancia es la firmeza o constancia en un sentimiento, una resolución, en un trabajo, a pesar de las dificultades y de los incómodos. Es una virtud que contribuye para el éxito en la vida humana. Virtud conexa con la fortaleza, fortifica las ganas contra el temor de males inminentes y las dificultades que provienen de un largo ejercicio de la virtud. Es curioso percibir que en teoría, grande parte de las personas sabe explicar que es perseverancia, en compensación, una mínima parte sabe vivirla en la práctica. Perseverancia no significa mantener el pensamiento acelerado, no es atropellar y querer recuperar el tiempo perdido a cualquier coste. No es conformarse con situaciones injustas y mantener un espíritu pacifico, pesimista y cobarde. No es vivir la vida toda con base en paciencia eterna o esperar la vida toda que las cosas caigan del cielo. Tampoco significa obstinación e insistir en algo sin sentido. Perseverancia es la confianza en sí mismo. Mantener el corazón lleno de esperanza en la realización de nuestros sueños y objetivos propuestos. Es la determinación en la ejecución de metas mismo con obstáculos y pruebas adelante. La perseverancia comprende la continuidad en los esfuerzos hechos en la misma línea, sin el cual el emprendimiento humano está destinado a la esterilidad. Cuando observamos que muchos planos no se concretizan, es porque el poder de realización no correspondió a la facultad de concepción. Es fundamental que no perdamos nuestro buen humor si aquello que deseamos no se está convirtiendo en realidad. No interesa lo que se trata de llevar a términos, lo que importa es perseverar hasta el final. Somos precipitados cuando decimos que la naturaleza nos ha negado eso o aquello. Un poco más de constancia y el resultado será opuesto, positivo. Todos los caminos de la vida tienen sus espinos, sin embargo, no dejes que los obstáculos te motiven a retroceder, prosigue, por que retroceder es cobardía. Pocas son las cosas por sí propias imposibles y lo que frecuentemente nos falta no son los medios para obtenerlas, es la constancia. Obstáculos a la perseverancia: a)      El espíritu crítico – La critica además de no aportar nada, desnutre la motivación, aniquila el ánimo de vivir y bloquea la relación. b)      Rutina – Es el principal obstáculo. Una ruptura del automatismo, por insignificante que sea, abre el camino. Liberta el pensamiento y tonifica el psiquismo superior. Importa mucho detectar los automatismos que alimentan nuestra inercia. La rutina puede comprometer la belleza y la fluidez de una relación, incluso conyugal. c)       Desanimo – hace romper la facultad maestra, que es la llave del hombre, es decir, la voluntad. El desanimo alimenta la pereza moral, el gusto de la comodidad inconveniente y la inestabilidad del humor. Pereza y la convivencia son los dos factores fundamentales del desanimo. d)      Miedo al cambio – La mayoría de las personas tiene miedo de cambios y de algo nuevo. Todo el esfuerzo desacostumbrado es penoso y por eso da el nacimiento a una idea de incapacidad de avanzar. Después de muchos automatismos guardados en nuestro subconsciente, quedamos paralizados y no nos ponemos en marcha para el nuevo, para lo que pueda traernos algún progreso de nuestra alma. La crítica, rutina, desanimo y miedo del cambio son cuatro factores fundamentales para bloquear la perseverancia. Como construir la Perseverancia La verdadera voluntad no...

Leer más